PROGRAMA QUALIDADE NA RECEPÇÃO

CADASTRE-SE Lembrar senha

Competência entre duas gerações

Por Marcello Manes


Maria José Figueiredo é um exemplo de uma supersecretária. Ela trabalha com a dermatologista Daniela Nunes, no Rio de Janeiro, de quem “herdou” do pai, também médico, quando se aposentou. A médica afirma que sua vida profissional seria diferente sem a sua secretária para organizar os seus dias. Muitos pacientes reclamam quando Maria José sai de férias.

“Maria é ótima, pois ela poupa muito o meu tempo. Ela tem jogo de cintura e consegue resolver tudo sozinha, sem ter que passar por mim. Um dos pontos fortes dela é a marcação de consultas e as trocas de horários dos pacientes quando acontece algum imprevisto. Ela tem um jeito especial para coordenar as remarcações. Às vezes, ela participa de reuniões que eu faço na clínica com outros médicos, porque ali tratamos de informações teóricas e é importante que ela esteja inteirada com isso”, diz.

Para Maria José, o segredo para se destacar em seu ambiente profissional é ter paciência e ser simpática com o público que atende. “A simpatia vem acima de tudo. Quando você é simpática, consegue reverter até situações ruins e o paciente fica tranquilo e seguro no atendimento. É claro que, além disso, a educação também precisa estar presente. Lidar com o público não é fácil, mas quando se tem educação e carinho pelas pessoas, você desenvolve seu trabalho e o relacionamento com o paciente flui tranquilamente”, conta.


< VOLTAR

Casos Relacionados

Últimas