PROGRAMA QUALIDADE NA RECEPÇÃO

CADASTRE-SE Lembrar senha

ANS quer reduzir o número de cesarianas

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) colocou em consulta pública duas resoluções que visam a reduzir o número de cesarianas desnecessárias na saúde suplementar brasileira. A ANS quer estabelecer novas medidas para reduzir este tipo de parto, que na rede privada, por exemplos, eles já respondem por 84% do total.

As medidas preveem, por exemplo, que as beneficiárias de planos de saúde possam solicitar taxas de cesárea e partos normais por estabelecimento e por médico, independentemente de estarem grávidas.

Além disso, as resoluções incluem a apresentação do partograma, que conterá anotações do desenvolvimento do trabalho de parto e das condições de saúde maternas e fetais. O documento será parte integrante do processo para pagamento do parto pelas operadoras.

Outra novidade é a distribuição, pelos planos de saúde, do Cartão da Gestante e da Carta de Informação à Gestante para registro de consultas de pré-natal, com orientações e dados de acompanhamento da gestação. A intenção é que essas novas medidas entrem em vigor em dezembro.

Fonte: Agência Brasil

< VOLTAR

Últimas